PLANOS DE ARTISTA

Meu plano era ser palma
meu plano era ter alma
ser ave e poder voar
sem saber onde eu
deveria pousar.

Meu plano era ter um milhão
meu plano era ser da arte
mas meu plano não deu certo
o que havia de certo
em mim
não era meu.
Placas montadas
no meu ser:
O que havia de bom
o que eu precisava pra vida
estava no outro
na globalização mercantil dos sentimentos.

Meu plano era não morrer
e, se morto, abençoado ir pro céu.
Mas não deu:
a morte me espera na esquina
com uma faca
ou numa cama de hospital
ou na mão de um policial
estou nos planos da morte
e a morte não me dá mais tempo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: