BUSCA POR UMA QUIMERA-INSTANTE

Todos os dias
uma ou duas vezes
eu me ponho em seu rastro
procurando o menor sinal de sua passagem
signos de vida
fractais de sua presença
calores.

Procuro sem cansar
porém fico numa lástima
Ora! De que adianta procurar
se o que quero,
aquilo que busco, sei
que nunca vou achar.

Vôo atrás dos seus cheiros
em virtuais pensamentos telepáticos
corro atrás dos seus cheiros
em radiais encontros inconstantes
sinto atrás dos seus cheiros
que já não é como era antes
mais que tudo busco seus cheiros
e vejo-me na ilusão de ser instante.

Assim me acho,
não calo quando me traio
e me exponho
meus seis peitos em pedaços
todos abertos
feridas que brilham a luz de tuas retinas
e somos sós, pós,
nós que por nós mesmos foram dados
jamais desatados
choro convulso desperto
que é só planos
de um filho
um amanhã
um pinto de paz na cesta de café da manhã.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: