O Diabo Apaixonado

alvaro romao

1

Celerado, o próprio diabo

se viu certa vez apaixonado

e após tantas maldades,

o coração indiferente

bateu acelerado.

 

Como esquecer do passado

e ter nas mãos o fardo

de encarnar a bondade?

 

Como assumir-se diabo

e mesmo assim apaixonado?

 

No meio de tanta maldade

o diabo fez casa, reinado

e agora embalado

por cantigas de amor malvado

o diabo é pano

marionete, manipulado

nas mãos do amor o diabo calado.

 

Seu amor não apanha,

não há tortura nas mãos do diabo

amor de diabo amor.

 

E o diabo

mesmo amando

escondeu, segredo, piada

a vergonha na família

um diabo que ama?

Que maior palhaçada!

Eu não amo, dizia o diabo

com cara de apaixonado.

Mandaram, não havia saída

que matasse seu amor.

Todo caso de amor, pro diabo

é um homicídio.

E não havia saída

matasse ou deixasse de ser diabo.

 

E o…

Ver o post original 766 mais palavras

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: